segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Inverso


O que você tiver me dê um pouquinho
Mesmo não sendo, amor
O teu carinho e tua atenção
Mesmo sendo apenas teu desprezo
Mesmo que havendo sofrimento e ingratidão

Mesmo que da flor, seja um espinho
Mesmo que sem amor, compreensão
Da tua vida, infinita, o teu lado mais obscuro
Mas seja alguma, qualquer uma, participação
Que há no reverso, o inverso
No desalento o sentimeto
E mesmo não sendo, é amor, imensidão.