terça-feira, 31 de agosto de 2010

Diálogos


- Essas propagandas de carro nunca dizem quanto o carro custa. Diz juros zero, diz o valor da parcela, diz opcionais grátis, mas não fala quanto custa o carro.

- Eu acho que tava na hora de você comprar um carro. Essa vida de motoqueiro tomador de chuva já não dá mais.

- Ah não, tudo bem. Aqui não chove nunca mais mesmo...

domingo, 29 de agosto de 2010

Chico Buarque - Histórias de canções


Meu xodozinho por esses dias tem sido o livro "Chico Buarque - Histórias de canções". Comprei faz uns meses, e estava na minha cabeceira, junto com outros 3 ou 4 que estão sempre por lá. Dia desses estava com ele na mão, e acabei largando-o na sala. Isso mudou tudo.

Não é um livro pra se ler. É um livro pra se fuçar. Com ele ali por cima do sofá, a cada sentada de passagem eu dou uma olhada, folheio, encontro uma música, leio uma história. O livro traz letras do Chico e pequenas histórias sobre aquela música. Pequenas mesmo, às vezes um parágrafo ou dois. Curiosidades como a troca de cartas com VInícius por causa da letra de "Valsinha", ou que Chico não gostava da clássica "Carolina".

Pra quem gosta de Chico, é um livro pra se deixar no tapete da sala e tropeçar várias vezes por dia.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Umidade do ar chega a 8% em Presidente Prudente (SP)

O índice de umidade relativa do ar chegou a 8% na cidade de Presidente Prudente (542 km de São Paulo) na tarde desta quinta-feira, de acordo com o instituto Climatempo. O índice caracteriza estado de emergência, segundo classificação da Organização Mundial da Saúde, e é inferior ao do deserto do Saara (entre 10% e 15%).

Deu no portal da FOLHA.

Agora teremos em Prudente coisas como sandboard, tapete voador e tribos nômades. Meu medo é que o Paulo Skaf, candidato a governador, com aquele narigão venha visitar a região e nos roube o pouco de umidade que nos resta e... Puts, peraí que meu camelo tá fugindo. Volta aqui Alladim!

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

O quadro perdido


"O quadro perdido" conta a história do descobrimento de "A prisão de Cristo" uma tela do pintor italiano barroco Caravaggio desaparecida por alguns séculos e conhecida apenas por cópias. Duas pesquisadoras italianas, ao procurar arquivos antigos sobre uma outra obra do mestre, acabam encontrando a pista do Caravaggio perdido e vão em sua busca, tentando remontar os passos da tela e as mãos pelas quais passou.

No fim, o livro fica nisso mesmo. Não é um romance. É um relato. Conta como as italianas, e depois outros pesquisadores, tentam puxar o fio que leva até o quadro. Nisso, acabamo contando um pouco sobre os hábitos e sobre a vida do pintor barroco. Mas não muito, inclusive porque pouco se sabe. Como não é um romance, a história pode ser um pouco monótona. Não há grandes mistérios ou conspirações, nem momentos emocionantes. Mas pensando bem, da última vez que me arrisquei a ler um livro que misturasse o mundo da arte com romance de aventura (em "O Ladrão de Arte"), não dei conta de terminar de tão ruim. Então é melhor assim.

O engraçado é que no final das contas o quadro é reencontrado quase por acaso no... Ah, não vou contar.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

360º

Ah, mas é impossível não ter assunto pra postar com a volta das eleições e do horário político. Logo de cara me aparecem como candidatos o Netinho, a Leci Brandão, a Simony e o Moacir Franco. Só voto se for a Vanusa! Mas o primeiro troféu George W. Bush dessas eleições vai para o candidato a senador Ciro Moura, do PTC. O número da criança é 360, e o slogan é "CIRO 360º".

Alguém precisa avisar o rapaz que um giro de 360º deixa a gente no mesmo lugar.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Cadê?

Nossa, de repente o blog ausentou-se. Postei tanto no mês passado... É que ainda estou no período de readaptação ao trabalho.

Ando desconfiado. Estou farejando entrocamento. A nossa vida é cheia dessas coisas, dessas mudanças. Ando farejando alguma coisa estranha no ar.

Veremos...

sábado, 7 de agosto de 2010

Preguiça

De volta ao trabalho! E eu ando sofrendo de preguiça de readaptação. É que eu demoro muito mais pra me adaptar ao trabalho do que às férias.

Até o blog, que vinha no embalo, ficou abandonado essa semana. E olha que foi uma semana agitada com ultrapassagem do Rubinho, jogo de futebol e debate de presidenciáveis.

Mas tô com preguiça...