terça-feira, 11 de agosto de 2009

Vossa Excelência é um safado.

Durante as brigas do senado dessa semana, além do "seu coronel de merda" do Renan Calheiros e da cantoria do Suplicy, Fernando Collor patenteou mais uma das frases de efeito que sempre aparecem nos quebra-paus por lá: "engula essas palavras e as digira como achar conveniente". Tudo isso com olhar de assassino em série. Eu adoro essas frases. Sempre que sai uma nova eu passo semanas repetindo o jargão. Não tem gente que repete as frases da novela? Eu repito as do senado... Ora bolas. E antes de falar mal de mim, engula essas palavras e as digira como achar conveniente.

O mais legal é que, como todo o mundo sabe, vale xingar o dito, a mãe do dito, o filho do dito, mas não pode esquecer do "Vossa Excelência". A lista é longa, desde o "imexível" do Antônio Rogério Magri nos idos tempos de 90 e sei lá quando (nem sempre são xingamentos, mas a maioria é). Minha memória não chega a tanto e fica nos últimos tempos (quantos exemplos perdemos...), mas eis aqui o meu TOP 5 das frases melhores frases de Brasília.

5º: "As engula (essas palavras e o nome do Collor) e as digira como achar conveniente" A frase da semana do ex-presidente Collor para o Pedro Simon. Agora, se o Simon digerir o nome do Collor, além de ter dor de barriga, vai definitivamente transformá-lo em merda. Tô certo?

4º: "Eu estou me lixando para a opinião pública", disse o relator Sérgio Mendes (PTB-RS) ao arquivar os processos contra Edmar Mendes, o "deputado do castelo", no conselho de ética. Até hoje, sempre que um aluno reclama da minha aula eu tomo as palavras do ilustre deputado e me lixo para a opinião pública também.

3º: "Vossa Excelência recolha-se à insignificância de Vossa Excelência" bradou Severino Cavalcanti durante seu período de presidência na Câmara. Dizem que na época do mensalão, o movimento de impeachment do Lula não foi adiante porque, com o vice Zé Alencar doente, a presidência podia cair no colo do Severino. Ia ser pior...

2º: "Vossa Excelência é feia". Segundo Clodovil, a deputada Cida Diogo (PT-RJ) não precisava ficar ofendida com a afirmação de que as mulheres de hoje trabalham deitadas e descansam em pé. Não era o caso dela, por falta de interessados.

1º: "Vossa Excelência é um safado", do deputado Mário Couto (PSDB-PA) é, para mim, a maior frase da república, daquelas que exprimem todo o sentimento de um país. ABL para o Mário Couto, já! Ou troféu imprensa! Ninguém definia o Brasil tão bem desde que Manoel Bandeira disse que "é um país cheio de árvores e gente dizendo adeus."