sábado, 28 de março de 2009

Comédia da vida real

Conversando com uma professora colega na universidade.

- E uma aluna perguntou: como é que os gregos podiam acreditar numa deusa com cabelos de cobra? Eu respondi, você não acredita em Deus? É a mesma coisa.

- Pois é. Nós acreditamos em tanta coisa pior... Como a meritocracia, por exemplo.

quinta-feira, 26 de março de 2009

Millôr Fernandes

Creio que a Terra é chata. Procuro, em vão, não sê-lo. Creio que as paralelas se encontram no paralelepípedos.

domingo, 22 de março de 2009

Valsa Lenta

Minha versão musicada para o poema "Canção para uma valsa lenta", de Mário Quintana.

sexta-feira, 20 de março de 2009

Protógenes

Eu queria dizer alguma coisa sobre o caso Protógenes, que venho acompanhando desde o começo AQUI, lembra?

Mas não sei... Tanta coisa...

Fica pra próxima...

quarta-feira, 18 de março de 2009

quinta-feira, 12 de março de 2009

Armas legais

O pai de Tim Kretschmer, 17, o estudante que matou 15 pessoas a tiros em uma escola nesta quarta-feira, em Winnenden, na Alemanha, poderá ser indiciado por negligência em armazenar cerca de 20 armas em casa.

Segundo as autoridades, o pai do atirador tinha ao menos 14 armas em casa licenciadas. A pistola utilizada dos crimes, uma Beretta 9 milímetros, era mantida no quarto do pai do assassino.

___________________________________________________________


Resta contar aos 9 estudantes, 3 professores e 3 pedestres, além dos policiais feridos, que armas licenciadas, segundo 63,94% dos brasileiros, não matam como as outras, não provocam chacinas e só atiram em legítima defesa.
Se segundo as leis alemãs esses sujeitos tem condições de ter 20 armas em casa, imagine como são confiáveis os critérios de avaliação da lei brasileira...


domingo, 8 de março de 2009

Cardiopatia

Meu cardiologista disse que tenho o coração em gota.
- É um coração em lágrima; diria eu em outro tempo.
Não creio mais na poesia
É tudo, tudo bobagem
Meu coração é uma estalactite.

quinta-feira, 5 de março de 2009

quarta-feira, 4 de março de 2009

segunda-feira, 2 de março de 2009

Carinhoso 2

Agora, como faz um profissional.



ps: Vi isso ao vivo, em Florianópolis. O Yamandú ia tocar "carinhoso" quando o povo começou a cantar, espontaneamente. Ele exitou, mas segurou os malabarismos violonísticos. Ficou só acompanhando o coro, discretamente. E depois acabou o show. Foi incrível.