domingo, 26 de outubro de 2008

Quintan(ilh)a

Descarte a última possibilidade,
Melhor a lembrança do gosto mais terno
Do que o azedume da realidade:
O fundo do tacho tem gosto de ferro.

Torcida

Vai, Gabeira!

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

1984


Esse aqui eu achei num sebo, e só depois de ler "A Revolução dos Bichos". Mas, sem dúvida, 1984 é o livro mais famoso de george Orwell, seja por méritos próprios, seja pelo Big Brother.

A expressão "Big Brother", ou "Grande Irmão", é retirada deste livro, que descreve uma sociedade em constante vigilância, controlada por uma figura centralizadora, misteriosa e oculta, que ninguém vê.

No entanto, não foi isso o que mais me chamou a atenção no livro. Gostei de muitas outras coisas, mas duas me pareceram especiais. Em primeiro lugar, Winston, o personagem principal, trabalha em uma seção do governo encarregada em alterar as notícias passadas para atender aos fins presentes do governo. Por exemplo, se o governo sobe os impostos, altera todo o material de arquivo - revistas, jornais - do passado, para que parecesse que os impostos estão menores, e não maiores.

A frase repetida várias vezes é: "Quem controla o passado, controla o presente".

O segundo ponto é o "duplipensar", ou seja, a ação de aceitar duas verdades contraditórias simultaneamente. Podemos acreditar, por exemplo, que Deus existe e não existe, ao mesmo tempo. Ou que alguém é honesto e desonesto, ao mesmo tempo.

Isso é mais comum do que parece.

terça-feira, 21 de outubro de 2008

terça-feira, 14 de outubro de 2008

As sete bestas

Tirinha do Alan Sieber.


Depois eu volto pra dizer quais seriam as cabeças da minha hidra.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Já pensou se não fosse João Gilberto?

O que seria?

Eleições

Poxa, as eleições passaram e eu nem comentei nada sobre elas... Eleições pra prefeito são muito rapidinhas, principalmente quando não se tem segundo turno como aqui em Prudente. O bom é que elas são muito mais bizarras que as de 2010. E também, tem aquela história: o pessoal das cidades menores da região acompanha as eleições de Prudente - já que é o que passa na TV. Eu, em Prudente, fico acompanhando o debate de SP. E o pessoal de SP, bom, fica vendo o debate do Obama nos EUA. E ninguém se interessa pelo próprio.

Mas tem algumas coisas curiosas. Uma delas era a laje que o Maluf queria construir sobre o rio Tietê pra passar carro por cima. Ahahaha!

E esse candidato de Minas, Leonardo Quintão. Estava vendo ele no debate ontem. O cara é O mineiro típico. Só falta entrar no debate comendo um pão de queijo.

Achei esse vídeo aqui dele. Veja a incapacidade de pronunciar "Belo Horizonte" em vez de "Belzonte".

Ahahaha. Figura!

sexta-feira, 10 de outubro de 2008