segunda-feira, 14 de abril de 2008

Gadgest

Se foi-se o tempo em que nós podíamos viver sem um computador (exagerando...), também foi-se o tempo em que o computador era um troço único em que só se ligavam monitor, teclado, mouse e, olha lá, uma impressora. Hoje em dia, a coisa complicou ainda mais e se o computador é praticamente um nosso apêndice, os apêndices do apêndice vão se multiplicando todos os dias. Veja a minha mesa de trabalho, por exemplo.

Já tive um scanner que quebrou e a impressora está em rede ligada a um outro computador. Então nem vou contá-los. Da linha tranqueiras de fato, a primeira coisa que liguei aqui foi o microfone, no meu caso, um microfone MESMO, desses de cantar (eu não tinha microfone pra computador). Com isso dava pra conversar com som pelo MSN ou Skype, coisa que eu dificilmente faço. Um pouco depois, uma webcam. Na verdade é uma câmera pequeninha que também é uma webcam. Daí tem a câmera digital cujo cabo está sempre conectado esperando pra baixar as fotos. Já são 3!

Não acabou, depois teve o pen-drive, que às vezes levo comigo, mas normalmente fica grudadinho ali, disponível. Acabou? Não! Tem também o fone de ouvido que, no caso, é um fone-de-ouvido-microfone, desses tipo telefonista. Chegamos a 5 utensílios!

Mas eis que temos mais um. Meu brinquedo novo, um "tablet", uma prancheta de um palmo de largura por meio palmo de altura com uma caneta e um mouse sem fio, próprios pra desenhar no computador (a caneta, o mouse eu não sei bem pra que serve). Mais uma portinha USB, mais coisa em cima da mesa.

E por fim, é claro, meu mais querido aparelho-ocupador-de-mesa. Meu radinho AM tá sempre aqui do lado, mas ele não se liga no computador. Ele é das antigas...