segunda-feira, 21 de abril de 2008

Fragmentos

O cavaleiro-cara-de-dragão, apesar de valente, era tão feio que nem mesmo este seu apelido parecia merecê-lo. Certa vez cruzou as muralhas para enfrentar um dragão (um dragão de verdade) que era tão bonito (para um dragão) que era chamado de dragão-com-cara-de-cavaleiro. Durante a terrível batalha, eram os dois tão parecidos que mal se podia saber quem era um e quem era o outro e, lamentavelmente, ninguém nunca soube ao certo quem matou quem.