sábado, 26 de abril de 2008

Mulato

Antes da vida, quando eu era apenas éter
Pedi aos superiores
Nascer grande como uma montanha
E negro como um buraco
Com cordas vocais estupendas
E um apelido no aumentativo
Ou então
Claro de pele e de olhos
Cavaleiro de competição
Criador de cavalos de raça
Ou ágil como uma lebre
Ou firme como uma rocha
Esperto como uma raposa
Ou leve como a preguiça
Sensível como um poeta
Ou duro como um engenheiro alemão.
Entendi a boa intenção
Nasci do jeito que sou
Brasileiro, um pouquinho de tudo
E nada lá muito bem feito...